Terça, 26 de setembro de 201726/9/2017
(89) 994 565 679
Claro
20º
26º
33º
Queimada Nova - PI
dólar R$ 3,16
euro R$ 3,73
Governo Estadual
ESPECIAIS
Museu do Piauí é reaberto e peça histórica encontrada em Queimada Nova é destaque no museu
Peça trazida da região de Queimada Nova datado de mais de 3 mil anos é uma das novidades do museu em Teresina
Weslley Reunny Queimada Nova - PI
Postada em 03/03/2017 ás 08h35 - atualizada em 03/03/2017 ás 09h02
Museu do Piauí é reaberto e peça histórica encontrada em Queimada Nova é destaque no museu

Museu do Piauí - Casa de Odilon Nunes (MUP)

Após oito meses de reforma, o Museu do Piauí - Casa de Odilon Nunes (MUP) foi reaberto às 11h, desta última quinta-feira (02). Entre as novidades estão a implantação de um novo projeto museógrafo, novas salas, novas peças, além de pinacoteca (galeria de pinturas) e recursos didáticos que auxiliarão no ensino-aprendizagem.


"Trabalhamos para que essa estrutura ficasse a contento. Agora vamos ter um espaço climatizado para a exposições temporárias, uma grande conquista, uma vez que muitos artistas se recusavam a vir para o museu porque não havia essa área climatizada", disse o secretário estadual de Cultura, Fábio Novo.


O MUP possui acervo diversificado que compreende desde o período pré-histórico ao contemporâneo. Na nova organização interna das salas haverá espaço dedicado à arte sacra, duas salas dedicadas às culturas negra e indígena, além do tradicional espaço dedicado à história do Piauí.



O secretário explica que boa parte do acervo foi restaurado, bem como novas peças foram adquiridas. Ele cita, como exemplo, um pilão em pedra dos índios cariris, datado de mais de 3 mil anos, trazido da região de Queimada Nova, a 522 km de Teresina.


"A Secretaria de Estado da Cultura tem uma oficina de restauração. Peças, cadeiras antigas, relógios e outros objetos foram restaurados. Fora isso, foi realizado um trabalho extraordinário pelo professor Paulo Vasconcelos, da UFPI, que com uma equipe de 80 estudantes, percorreu mais de 4 mil quilômetros no Piauí, visitando quilombos, comunidades remanescentes indígenas do Piauí e conseguiram muitas peças como fotografias de todos os quilombos, ou seja, muita coisa interessante", elenca Fábio Novo.

O conteúdo de cada comentário é de responsabilidade de quem realizá-lo. Nos reservamos o direito de reprovar ou eliminar comentários em desacordo com o propósito do site ou com palavras ofensivas. A qualquer tempo, poderemos cancelar o sistema de comentários sem necessidade de nenhum aviso prévio aos usuários e/ou a terceiros.
Comentários
imprimir
1.642
© Copyright 2017 :: Todos os direitos reservados
Painel